Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

Luteranos

Matéria exibida no Jornal Nacional do dia 29.05, falando sobre os luteranos no Brasil. A reportagem foi feita com base em um trabalho da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB).

“ A paciência conquista mais coisas do que a força”.

Edmund Burke

sorriso

Quem passa pela auto-estrada RS-115 entre Igrejinha e Três Coroas (RS) neste mês de maio, enfrenta um pequeno congestionamento em virtude de obras na pista.

É o meu caso, preciso passar regularmente por ali. E este tipo de situação, em geral, aborrece. Mas outro dia uma cena me chamou a atenção. Depois de alguns minutos de espera, e já um pouco chateado pela demora, notei a atitude do homem que pára os carros que vem de um sentido para que os outros do outro sentido passem. Para todos os carros que passavam ele fazia o sinal de ‘positivo’ com o dedo polegar e abria um largo sorriso.

Esta atitude me chamou atenção. Em geral, esperamos bons exemplos de pessoas cultas, grandes personalidades, gente famosa. Para mim, o exemplo veio de alguém humilde, que não ganha um ótimo salário, vive trabalhando no sol, na chuva, no frio e no calor e mesmo assim consegue sorrir para motoristas na maioria das vezes irritados pela espera, dentro do conforto do carro. Já passei pelo local outras vezes e em …

( ) esist

Here we are, alive, breathing, living daily live. We exist.

Once we have an existence, we must also see the options we have on how to exist. How to lead a daily life? How to face new challenges every day? To do that we could sum up in two ways.

Just change one letter…x to s, exist to esist. Try putting two letters, one at a time, in front.

The first letter D makes the word (D) esist.
To Desist means to watch days go by. Not living them. When we choose to be the victim or the spectator. When we sit in the audience and not perform our role on stage.

The other letter R makes the word (R) esist. To bear up.
And that's quite another situation. When we resist we don’t face things as they come. We don’t think “no way,” “no answers,” “no options.” To resist in this case is not only to ‘hold on’, but is to fight every day with new strength on how to live life, and not only to let days pass by. To resist means that we hold on to God’s way. That we fight with new strength on how to liv…

En medio a la tempestad

Los discípulos conocían el mar... Miraron hacia el cielo y se sintieron seguros para emprender mas una travesía. ¿Cuantas veces ya habían realizado aquella tarea? Tomaron, pues, los remos y partieron.

Todo parecía estar bien y se sentían seguros en la jornada. Lo que no sabían es que serian sorprendidos con el cambio inesperado del viento. Las olas, que antes eran favorables, ahora amenazaban. La tempestad los tomó de sorpresa, el miedo también. Miedo traído por la inseguridad de la falta de control. Miedo que llego cuando las fuerzas comenzaron a fallar.

En un mundo de tempestades, muchas veces somos iludidos con una falsa sensación de que paz es sinónimo de buen tiempo. Todo parece ir demasiado bien hasta que los vientos contrarios nos toman de sorpresa. Las crisis y conflictos, que antes ocurrían tan sólo con los otros, ahora también nos agarra. ¿Dónde pedir socorro? ¿En quién confiar cuando todo está oscuro y conseguimos ver solamente las gigantescas olas a nuestro alrededor?

Se hizo…

Stand by me

Bela produção e belo projeto do grupo 'Playing for change". Pessoas em diversos lugares do mundo tocando o mesmo arranjo da mesma música, 'Stand by me"

Confirmando na prática que a música é, de fato, uma linguagem universal.



Playing For Change: Song Around the World "Stand By Me" from Playing For Change on Vimeo.
Sugestão da leitora Fabielli Monteli.

Curitiba

Imagem
Acompanhado de sua esposa, Djenane, o pastor Lucas esteve em Curitiba no final de semana (22-24.05), onde palestrou no encontro servas Luteranas, em quatro Barras, região metropolitana da capital paranaense. Participaram do encontro mulheres das regionais do Paraná e Mato Grosso do Sul da LSLB (Liga de Servas Luteranas do Brasil). A palestra aconteceu no sábado.
No domingo, foi também o pregador no culto das 9h na Comunidade 'Santissima Trindade', no Juvevê, Curitiba.
“O homem é um animal que sempre crê em alguma coisa. Na falta de bons fundamentos para sua fé, vai acabar se contentando com maus”.

Bertrand Russel
Eles conversam diariamente, e por bastante tempo. É certo que, às vezes, a conversa é repartida com um pouco de trabalho, mas não deixam de conversar. Outras horas, ele vai, faz um chimarrão, retorna. Ela faz um pouco de suas coisas e retorna também. Nas conversas mais dificeis, um precisa dar o tempo para o outro falar e, assim, poderem se entender. Ele na sala. Ela também.

Mas em cidades diferentes.

Foi desta forma que um amigo descreveu o atual momento do relacionamento com sua esposa. Por uma necessidade da vida, ele trabalha em outra cidade e volta pra casa nos finais de semana. Assim, de segunda a sexta, precisam recorrer ao áudio e vídeo via internet para se comunicarem. E a conclusão dele é surpreendente: “Pastor, agora nós conversamos muito mais do que quando eu passava a semana inteira em casa!”.

A distância ajudou a aproximar. Aparentemente, a conversa via web relembrou a necessidade do ouvir para falar, comunicar, dar o tempo para pensar, respirar. Tentar de novo. De uma mane…
“É raro encontrar uma pessoa que queira ouvir o que ela não quer ouvir”.

Dick Cavett

Toque de Vida: Coworking

Ouça a mensagem de hoje
Coworkingé um novo padrão de trabalho. É trabalhar junto, colaborar e conviver. Surgiu quando profissionais autônomos e home officers cansaram de trabalhar isolados dentro de casa, nos cafés ou em hotéis. A solução foi juntar-se em escritórios coletivos para trocar idéias, conhecimentos, experiências e pedir opiniões.”A descrição está no site do ‘Ponto de contato’ , escritório de coworking de São Paulo. Pessoas independentes, com carreira solo, isoladas, resolvem ir para o mesmo ambiente onde podem compartilhar o que têm. E receber o que não têm.Idéia que chamou a atenção porque é uma ilustração que se ajusta bem para a fé. Se bem que, no sentido vertical, ela é algo pessoal, cada um tem seu office, ao mesmo tempo, quando se pensa no sentido horizontal não dá pra vivê-la sozinho. A gente cansa de ser home officer, trabalhar isolado. E Deus nem quer isso. Ele nos dá a fé para que ela seja exercida, praticada, na direção do outro. É bom ter pessoas com quem troca…
“O idealista é aquele que pensa que, pelo fato de uma rosa ser mais cheirosa que um repolho, também dá uma melhor sopa”.

H. Mencken

Vencedores - Promoção Carpe Diem

Estes são os cinco ganhadores da promoção via Toque de Vida por email, conforme o sorteio de sexta:

Mislaine Schmitz
Vilson Petry
Carmen Vera Lima
Nina Fialho
Jaqueline Mauer

Todos vão receber em casa o novo CD do Quinteto Masculino da Pastoral

Para quem não foi sorteado, mas quer conhecer também o trabalho, entre em contato com a Editora Concórdia:
www.editoraconcordia.com.br
sergio@editoraconcordia.com.br

Cartão amarelo

Imagem
Ontem foi o último dia de competições do Azul x Branco, tradicional evento envolvendo os estudantes de Teologia do Seminário Concórdia. São modalidades de esporte, cultura e entretenimento neste evento que acontece todos os anos. Como preliminar do jogo final, como também já é tradição, ocorre o futebol dos pastores já formados.

Mas não pense que jogo de pastores é só ‘amém’ e ‘desculpe’. Eu, por exemplo, no segundo tempo da partida, após reclamações contra o árbitro, recebi cartão amarelo. Até poderia ter alguma razão na minha indignação, mas o fato é que o árbitro tem este direito, até dever, de fazê-lo, caso contrário pode perder o controle da partida.

Assim, a partir de então eu fiquei mais quieto. Quem joga futebol sabe que, se continuar reclamando ou fizer alguma falta mais dura, vem o segundo amarelo e, consequentemente, expulsão de campo. Eu poderia ter continuado a reclamar e me achar dono da razão. E até talvez teria feito isto caso não houvesse o cartão amarelo. Mas este gest…
"Quem não consegue ser um bom seguidor, também não conseguirá ser um bom líder". Aristóteles.

Promoção Carpe Diem - “O Amor que pode tudo”

Já está feito o sorteio da primeira promoção do ano. Conforme anunciado segunda e terça para os leitores do Toque de Vida por e-mail, hoje 5 nomes foram sorteados e vão receber em casa o novo CD do Vocal Carpe Diem. Foram 33 leitores que participaram da primeira promoção do ano.

Carpe Diem, o quinteto masculino da Pastoral, há 11 anos canta o amor de Deus em vários lugares do Brasil. Agora, apresenta seu novo trabalho, “O amor que pode tudo, com 12 faixas de baladas até uma canção infantil.

Conheça os nomes acessando o vídeo:



Promoção em parceria com Editora Concórdia


Quer participar das promoções? Cadastre-se no Toque de vida por email:
toquedevida@ulbratv.com.br
“Para uma pergunta rápida, dê uma resposta lenta”.

Provérbio italiano

Em meio à tempestade

por Peterson Machado


Os discípulos conheciam o mar... Olharam para o céu e sentiram-se seguros para mais uma travessia. Quantas vezes já haviam realizado aquela tarefa? Pegaram, pois, os remos e partiram.

Tudo parecia estar bem e se sentiam seguros da jornada. O que não sabiam é que seriam surpreendidos com a mudança inesperada do vento. As ondas, que antes eram favoráveis, tornaram-se uma ameaça. A tempestade os pegou de surpresa, o medo também. Medo trazido pela insegurança da falta de controle. Medo que chegou quando as forças começaram a falhar.

Num mundo de tempestades, muitas vezes somos iludidos com uma falsa sensação de que paz é sinônimo de tempo bom. Tudo parece ir muito bem até que os ventos contrários nos pegam de surpresa. As crises e conflitos, que antes aconteciam somente com os outros, agora também nos atingem. Onde buscar ajuda? Em quem confiar quando tudo está escuro e só o que conseguimos ver são as gigantescas ondas ao nosso redor?

Foi necessário chegar ao limite da su…

Sobre o Cafè Break

Participantes comentam sobre o CaFé Break após um dos encontros no mês de maio.
Veja:




CaFé breaK: Encontros para a prática da Língua Inglesa conversando sobre vida e fé. Todas as quartas-feiras, das 18h às 19h, no primeiro semestre de 2009. Professor: Teologando Paul Lantz.

Donde aprender

Que lo que es más importante: ¿matemática, manejar, operar la computadora, modelar el cuerpo o amar?

Creo que amar seria la alternativa mas votada. Todas las demás son importantes, apreciables, interesantes. Pero amar, sin duda, es fundamental. El cemento de cualquier relación humana que objetive ser durable.

¿Pero, en que clase se aprende a amar?

La escuela enseña la matemática. La autoescuela a manejar. El gimnasio, a modelar el cuerpo. Para operar la computadora, para dibujar, fotografiar, vender, ... y millares de otras actividades humanas, siempre encontramos locales propios, especializados, que no dejaran de prestar socorro a estas necesidades y deseos humanos. Pero amar, aprendizaje tan necesaria... ¿donde se aprende?

Quizás no exista una clase especializada. Pero otras, si. La clase (sala) del hogar, donde las relaciones familiares pueden ser corteses, cuidadas, tratadas… en amor. La clase (sala) de reuniones, que simboliza el ambiente de trabajo, donde tantas desentendimientos pu…

Hand in hand

Pastor Grasel, our Senior Chaplain at Ulbra, once mentioned a very interesting exercise learned in one of his master’s degree classes many years ago.

Choose two people with different or opposing opinions. Have them hold a discussion. One is republican, the other, democrat. One likes baseball, the other football. One is ‘pro-something’, the other just against. One likes Beatles, the other Rolling Stones.

Put them back to back. Challenge each one in his/her opinion. Observe what happens. You may notice that each one will try to appear as right and the other one as wrong. Like the good guy, bad guy routine.

After a while have them turn face to face. Have them hold hands. Encourage the discussion to continue.

If they agree on giving hands, nearly 100% of the time the mood will change. After taking each others hands the volume will lower, words will be less divisive and aggression will drop. Consideration and respect for each other will increase. Opinions will not necessarily change but the ch…

Chicken a la carte

Imagem
Seis minutos que valem a pena. Ver e refletir.

'Chicken a la carte' (frango a la carte), de Ferdinand Dimadura, foi o vencedor de melhor curta no Festival de Berlim 2006.

View this movie at cultureunplugged.com
No mundo inteiro, 25.000 pessoas morrem de fome. Todos os dias.
“É impressionante o que você consegue fazer quando não está preocupado sobre quem levará o crédito por isso".

Harry Truman

tempo bom

Imagem
Fonte da imagem


Terça-feira de muita chuva no Rio Grande do Sul. Ao menos aqui, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ao ir pra casa ao meio-dia, por exemplo, foi inevitável ‘tomar um banho’ antes de entrar no carro, de carona com o Pastor Marco. Ele, igualmente encharcado.

Se eu perguntasse, pra você, portanto, como esteve o tempo em Porto Alegre hoje, qual seria a resposta? Acredito que seria, “Tempo ruim”. Chuva.

Mas a moça do tempo na televisão hoje é que tinha razão. Ela disse algo como “Chove neste momento em Porto Alegre. O que, para nós, significa tempo bom!” . Veja você, dia de chuva forte é dia de tempo bom! Claro, pois o Rio Grande do Sul amarga um período de forte seca, com racionamentos, perdas na safras, animais em estado deplorável... Triste. A chuva, portanto, é o melhor tempo que qualquer gaúcho poderia querer.

Há dias em nossa vida em que chove. O tempo parece sempre nublado. Aquilo que pensamos ser fundamental parece estar atrás de nuvens. Viver parece um constante t…
“Raiva é aquele sentimento que faz a boca ser mais rápida que a mente.”
Evan Esar

toque de vida: ser amado

Antigamente era mais comum. Pessoas de famílias não-convencionais, ou que não frequentavam a igreja ou que não pertenciam a um grupo social, fugiam dos ‘padrões socialmente aceitos’, sofriam algum tipo de discriminação. Eram os ‘desajustados’, ‘não-normais’ ou até vistos com um perigo para a moral e os bons costumes.Graças, a Deus, hoje isso é passado, e todos são aceitos como são.São?Não tenho tanta certeza. Ainda ontem, numa matéria televisiva, jovens de famílias com até 2 salários mínimos de renda mostravam a importância que dão a comprar tênis e roupas de marca, passear em shopping para comprar o que precisam e outras necessidades mais. Tudo para....serem aceitos. Incluídos.Se não acontece mais nas instituições mencionadas no início, continua em outros espaços. Especialmente na Idade Mídia em que vivemos. Nesta biosfera somos alguém, ou não somos, quando . nos ajustamos aos comportamentos, roupas, ações, exposições e defeitos considerados ‘normais’. Aquele que não se conforma a is…

Dia das mães

Exclusivo

Imagem
Fonte da noticia e da imagem


Assista neste sábado, a entrevista exclusiva com o novo reitor da ULBRA, Marcos Ziemer.

Os últimos acontecimentos da universidade: a crise, a nova gestão e as medidas que estão sendo tomadas para sanar todas as dificuldades.

Não perca o Ulbra Notícias Especial. Sábado, às 18:50.

com muito

Ficar contente com pouco não é fácil

Não é fácil quando o salário está baixo ou atrasa, quando se depende de outros. Quando a casa não é adequada ou quando falta emprego, quando é necessário economizar cada centavo. Ou, nas situações mais graves, quando falta dinheiro para o essencial. Estar contente com pouco é muito difícil.
Mesmo assim, é possível encontrar muitas pessoas que, mesmo com pouco, são felizes e conseguem boa parte do tempo estar contentes.
Agora, ficar contente com muito... é impossível.
Porque ‘muito’ é uma palavra indefinida demais para trazer contentamento. Quanto é o ‘muito’ que satisfaz?

E esta afirmativa se torna mais evidente pelo fato de que o ser humano, quando busca ter muito para estar contente, acaba não se contentando. Quando mira no ter muito para ficar contente, jamais chegará a uma conclusão de quanto este muito é. Se tem um carro agora, precisa de um mais novo depois. Se tem uma casa na cidade, precisa na praia. Se ganha x de dinheiro hoje, porque não gan…

Touch of life: make room

Friday, may 8th, 2009Make roomMathematics, to drive, computer expertise, body shaping or to Love. What’s the most important?Well, I think ‘to love’ would be the top 1. All others are important too, or at least interesting but to love above all, is fundamental. The glue to keep together any human relationship that intends to de durable.Ok. But where is the classroom where we go to learn to love?For Mathematics, we have School. To Drive, the drivers school. The fitness center is specialized in shaping the body. Computers? Tons of computer school rooms are available. And so on. For thousands of human needs and desires we have schools, academies, centers where to go and learn how to be an expert on that matter. But to learn to love, the most important…where do we go?I think that we wouldn’t find a formal, regular classroom. But looking carefully, we can find many others. The living room, for example, where we have opportunity to work out, improve, re-connect familiar relationships…in love…